© 2019 Senador Sérgio Petecão -  Desenvolvido por Linnyki Fernandes

Senado traz maior responsabilidade, diz Petecão

Ao fazer um balaço do primeiro semestre de seu mandato, Sérgio Petecão (PMN) disse ontem em Rio Branco que o Senado Federal, por ser um cargo majoritário, traz maiores responsabilidades assim como novos desafios,”além de impor maior rigor no acompanhamento das ações de Governo”. Petecão se disse favorável à CPI do DNIT e propôs maior fiscalização da oposição na fábrica de tacos criada pelo Governo do Estado. O senador disse ainda que todo acreano deve ser um fiscal das contas públicas, ”e cobrar onde está sendo investido seu dinheiro”.


O parlamentar afirmou que no Senado vai cumprir à risca “a missão concedida por milhares de acreanos”. E destacou que na CCJ foi relator e vai acompanhar passo a passo a tramitação do projeto de lei do senador Pedro Taques (PDT/MT) para a retomada do horário tradicional do Acre. ”É um compromisso que tenho com cada acreano”. Quanto à atuação parlamentar, ele lembrou de sua Proposta de Emenda Constitucional(PEC) que torna obrigatória a execução integral dos recursos destinados a Polícia Federal,”como forma de guardar as fronteiras,sobretudo as acreanas,do contrabando e narcotráfico”.


Petecão falou ainda que vem cobrando do Governo Federal em todas as frentes. E lembrou que solicitou informações sobre os cortes de orçamento anunciados nas obras públicas e a elaboração das tarifas elétricas.E exigiu ainda medidas do Governo Federal quanto á regularização de carros na Bolívia e a exigência de atestado de residência do Governo boliviano aos estudantes brasileiros da universidade de Cobija,no Pando.”Felizmente, o embaixador Biato, de La Paz, me informou pessoalmente que o governo boliviano desistiu de exigir o selo de residência”.


O senador disse ainda que está junto às vítimas do DDT e aprovou na Comissão de Direitos Humanos do Senado audiência pública para tratar da questão ,assim como discutir ações sobre violência contra a mulher e combate às drogas.”São assuntos que interessam diretamente a todas as famílias brasileiras, em especial à acreana”.Por fim, Petecão disse que o Senado cumpriu seu papel legislativo ao discutir projetos importantes como da reforma política.E destacou a aprovação do cadastro positivo, da política de educação para o ensino sustentável e da política de proteção ao autista.”Tenho certeza que representei bem meu povo”, resumiu.