Petecão propõe que jovens que não estudam e não trabalham sejam incluídos no mercado de trabalho


O senador Sérgio Petecão propôs emenda ao projeto de Lei 5.228, de 2019, que incentiva a contratação de jovens para o primeiro emprego. O texto apresentado pelo senador incentiva que empresas possam contemplar a parcela da juventude que não estuda e não trabalha para o ingresso no mercado de trabalho. A ideia partiu por meio de conversa com a Associação Brasileira de Estágios, ABRES.


Segundo Petecão, o desemprego da faixa etária entre 18 a 24 anos chega a 29,8%. Atualmente, o projeto que trata do incentivo ao primeiro emprego abrange jovens que cursam nível superior ou estudam em cursos técnico profissionalizante. Contudo, a realidade mostra que a parcela da população que não estuda não trabalha representa a que mais necessita de oportunidade de trabalho.


O senador informou que hoje o Brasil tem milhões de jovens na geração “nem-nem”, ou seja, nem estudam nem trabalham. “Esses dados são assombrosos, pois mostram um retrato triste da juventude do país” disse o senador.


"A falta de perspectiva profissional e social da juventude contribui veementemente para o ingresso dessa parcela de jovens no mundo do crime. Olhar para essa geração esquecida é fundamental para manter milhões de pessoas hoje à margem da sociedade. Muitos são vítimas do crime e cooptamos para o caminho da violência e das drogas, infelizmente” afirma o senador.


Segundo Petecão, o projeto prevê que os jovens entrem no mercado a partir dos 18 anos para não provocar o abandono escolar precoce. “Quem começa a trabalhar antes dos 18 anos, sem ter concluído ainda o ensino médio, pode se querer largar a escola e somente trabalhar; essa não é a intenção.” disse.


Incentivar tanto às microempresas e empresas de pequeno porte, além das demais, se trata de uma proposta relevante, considerando os níveis de desemprego entre os jovens dessa geração, principalmente por estarem à margem do sistema educacional.

Segundo o senador, o estado do Acre e de muitas outras regiões é um retrato fiel dessa realidade que necessita de mudança sob pena de comprometer o futuro do país.