O senador Sérgio Petecão(PMN) afirmou, ontem em Rio Branco, que,em princípio, negou apoio à tentativ

Petecão reconheceu o papel importante de todas as instituições oficiais incluídas no esforço de levar à capital acreana sons e imagens das atividades parlamentares desenvolvidas no Senado Federal. De acordo com o parlamentar, como entidade de caráter e interesse eminentemente público, a Rádio e Tevê Senado com toda a certeza vão passar a fazer parte do dia a dia do acreano. Segundo ele, um dos públicos mais bem informados em nível político de todo o país,”basta lembrar que Rio Branco e um grande número de municípios acompanham religiosamente as atividades da Câmara dos Vereadores, Aleac e Congresso Nacional , o que se tornou uma rotina dos meios de comunicação local.”

De acordo com Petecão, a transmissão das atividades do Senado Federal vai prestar um serviço inestimável ao povo acreano. O povo, disse ele, poderá então acompanhar ao vivo as sessões do plenário e das comissões e julgar segundo seus próprios critérios seus representantes, sem a intromissão da propaganda pró ou contra que tanto pode desvirtuar a imagem do político frente ao eleitorado. Hoje, a TV Senado tem um público estimado em cerca de 60 milhões de telespectadores, somando-se ainda os domicílios das nove capitais de Estados onde a TV Senado já tem retransmissão analógica.

O público acreano, segundo Petecão, vai ser brindado também com uma programação de rádio e tevê bastante diversificada, com programas educativos e culturais. A transmissão ainda inclui entretenimento e muita informação em forma de noticiários, ”e uma programação de primeira linha em termos de MPB que abarca muitas das manifestações musicais existentes em todo o Brasil, inclusive na Amazônia”. Ao concluir, Petecão lembrou que o convênio estabelecido poderá permitir ainda uma troca de programação entre as tevês oficiais locais e do Senado Federal, ”o que pode enriquecer muito a programação e dar chance de levar a público muita coisa do Acre para o resto do Brasil”.

© 2019 Senador Sérgio Petecão -  Desenvolvido por Linnyki Fernandes