© 2019 Senador Sérgio Petecão -  Desenvolvido por Linnyki Fernandes

Governo do Estado e senador Petecão discutem avanços do agronegócio no Acre


Senador Petecão convidou os gestores estaduais para discutir principalmente a retirada da vacina de febre aftosa no Acre Foto: ASCOM/Petecao

O presidente do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Acre (Idaf), Rogério Melo, e o secretário de Produção e Agronegócio (Sepa), Paulo Wadt, se reuniram nesta segunda-feira, 30, com o senador e líder da bancada federal do Acre, Sérgio Petecão, para tratar de assuntos relacionados ao setor agroprodutivo do estado. 


O principal tema discutido foi o da certificação do Acre como zona livre de febre afotsa sem vacinação. A última campanha de vacinação bovina será realizada em novembro deste ano. Depois disso, Acre, Rondônia e parte do Amazonas estarão fora do calendário previsto no Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA).


O Acre é reconhecido internacionalmente pela Organização Mundial da Saúde Animal como zona livre de aftosa há quase 14 anos em virtude dos resultados exitosos de suas políticas de defesa e inspeção animal. Por isso, o estado foi escolhido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) como um dos primeiros a receber a certificação de zona livre sem precisar mais de vacinação. A transição irá permitir ao estado atender a mercados consumidores mais exigentes para ampliar a exportação da carne.


Rogério Melo destacou a importância econômica do plano em execução e os benefícios incalculáveis para o setor produtivo com a retirada da vacina.


“É importante destacar que o Idaf tem atuado como grande guardião do patrimônio bovino, assim como também de todo o agronegócio do estado. Dessa forma, estamos adotando todas as medidas necessárias para o alcance das metas impostas pelo Ministério. A mudança de status cria um cenário que permitirá ao Acre possuir situação sanitária superior à da maior parte do país, o que, além de agregar valor no preço da tonelada de carne exportada, garante a dianteira na comercialização com países como o Chile, a Bolívia e, especialmente, o Peru”, conta Rogério.


O secretário Paulo Wadt reiterou o papel fundamental do governo para garantir a segurança na retirada da vacina da febre aftosa no Acre e as prioridades para a segurança, sendo imprescindível para o Estado o envolvimento dos atores políticos para o resultado positivo do processo de transição de status sanitário.


O senador Sérgio Petecão, quem fez o convite aos gestores estaduais, enfatizou que tem mantido uma conversa com a ministra Tereza Cristina sobre a retirada da vacinação no Acre e se colocou à disposição para ajudar de Brasília em tudo que for necessário para a transição ser um sucesso. Petecão destacou ainda que apoia o projeto de desenvolvimento do agronegócio do governo do Estado como política de crescimento econômico para o Acre e que, em seu mandato, se esforçará para fomentar esta parceria. 


Fonte: https://www.agencia.ac.gov.br/governo-do-estado-e-senador-petecao-discutem-avancos-do-agronegocio-no-acre/