“Chega de adiamento ”, desabafa Petecão

Visivelmente contrariado com o novo protelamento da votação do projeto do senador Pedro Taques(PDT/MT) que resgata o horário tradicional do Acre em 2 horas a menos de Brasília, o senador Sérgio Petecão(PMN) disse que o Acre e seu povo “tem que ser respeitado por sua decisão e por sua história”. O senador acreano se referiu a ausência esta terça-feira(24) na sessão conjunta das comissões de Constituição e Justiça(CCJ), Relações Exteriores(RE) e Assuntos Econômicos(AE) do senador Ricardo Ferraço (PMDB/ES), nomeado relator ad hoc do projeto de Pedro Taques. ”Prova de pouco caso por um projeto tão essencial para os acreanos”, disse Petecão.


A falta de Ferraço à sessão tirou o projeto de votação e pode gerar outras conseqüências. O presidente da AE, senador Deucídio Amaral(PT/MS) ,disse que vai tentar retomar a votação do projeto esta quarta-feira(25) e ainda pode até mesmo nomear outro relator ad hoc. A falta de Ferraço à sessão sem comunicação prévia foi considerada estranha exatamente por se tratar já do segundo relator indicado para a matéria. O primeiro relator, senador Luís Henrique(PMDB/SC), foi substituído às pressas ainda na sessão passada por ter chegado atrasado em virtude do atraso de seu vôo. Mas para o senador Petecão, principal defensor do projeto de Pedro Taques, ”nada justifica o aparente descaso para com o projeto em votação”.


Segundo Petecão, os instrumentos que dispõe o Poder Legislativo, no caso o Senado Federal, parecem não estar surtindo efeito desejado a um projeto que tanto interessa ao Acre. ”Até parece que o encaminhamento foi estancado por algum motivo não devidamente explicado”. Petecão chegou até mesmo a expressar um mea culpa ao reconhecer que algumas vezes o Legislativo parece se omitir e não corresponder às expectativas populares devido à morosidade ou simples utilização de mecanismos para preservar interesses ocultos. ”Depois não se pode culpar o Judiciário por legislar enquanto o Legislativo não cumpre seu papel à altura”.


Apesar de tudo, Petecão disse que vai continuar no acompanhamento do projeto, até para dar uma satisfação ao povo do Acre “cuja maioria votou pelo retorno do horário antigo e quer ver seu desejo respeitado”. O senador acreano garantiu ainda que vai utilizar todos os meios necessários e disponíveis no Senado Federal para forçar que o projeto seja votado às claras e “que a população do Acre saiba o que realmente está acontecendo”. E terminou por conclamar todo o Estado para não deixar de acompanhar o encaminhamento do projeto, pressionar seus representantes no Congresso Nacional ,”e ver até quando vão ignorar a decisão de um Estado da Federação que optou por ser brasileiro e exige respeito”.

© 2019 Senador Sérgio Petecão -  Desenvolvido por Linnyki Fernandes